APRESENTAÇÃO

OBJETIVO GERAL:
Fomentar a valorização do patrimônio socioambiental, através de ações educativas, operadas pelo Memorial da Câmara de Vereadores em cooperação com o Conselho Municipal de Preservação Histórica e Cultural e seus integrantes, em especial a Secretaria de Educação do Município.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Identificar e fortalecer os vínculos das comunidades com o seu patrimônio socioambiental;
 Fomentar a apropriação, manutenção e valorização da identidade e dos aspectos históricos, culturais, artísticos e naturais locais em prol do desenvolvimento sustentável e da melhoria da qualidade de vida;

JUSTIFICATIVA:
O Poder Legislativo para provocar o aparecimento das condições necessárias para o desenvolvimento sustentável da cidade executa ações de memória política, educação para a cidadania e educação para o patrimônio, através de seu Memorial. Entre outras, participa do Conselho Municipal de Preservação Histórica e Cultural, juntamente com outros segmentos da sociedade, em especial a Secretaria de Educação do Município. Desta forma propõe a instituição de uma rede de articulação de saberes para sistematizar ações de aproximação da comunidade com o patrimônio socioambiental de nossa cidade.

METODOLOGIA:
 Encontros presenciais mensais, no prazo dos anos de 2013, 2014; em forma de oficinas práticas, com certificado, gratuitos, abertos a todos os interessados;
 Espaço virtual de troca de informações (blog): construindoacidade.com.br;
 Rede de comunicações não presencial (e-mails, telefones).
Por se tratar de um trabalho horizontal, o Memorial centraliza as informações, a Secretaria de Educação articula presenças nas oficinas, auxilia nas comunicações e quando necessário, proporciona o espaço e equipamento multimídia. O Grupo de Trabalho organiza e ministra as Oficinas. Enfim, o que propomos é o conhecimento da cidade de forma ao mesmo tempo sistematizada e exploratória, criativa, para que juntos possamos contar, medir, escrever, pensar a cidade; a possibilidade coletiva de, como vemos em Cornélia Eckert, “sonhar a cidade, poetizar, mitificar, fabular, para instaurar a liberdade remitificante de ver na tensão entre passado e presente, a possibilidade de participar de forma efetiva do projeto de humanização do trajeto da humanidade”

O que propomos é, coletivamente, construir a cidade.